12 de jan de 2017

O Evangelho de João - Dia 5

Paz irmãos neste quinto dia eu gostaria de falar sobre: Jo 3:26 

Então os discípulos de João vieram até ele e disseram: "Mestre, o homem que você encontrou no outro lado do Rio Jordão, aquele qual você identificou como o Messias, está também batizando as pessoas. E todos estão indo com eles ao invés de vir conosco. (New Living Translation)

De maneira nenhuma seguir João Batista era mundano ou pecaminoso, porém depois do início do ministério de Jesus, seguir a João era algo que não fazia mais sentido.

Não que seus discípulos deveriam descartá-lo como uma coisa já ultrapassada, mas continuar a ser seu discípulo era terreno.

O próprio João Batista testemunhou dizendo que ele não era o Messias, e mais, que sua função era preparar o caminho para o Messias. Disse também que ele próprio era terreno, que falava das coisas da terra.

Mediante a todo esse testemunho de João apontando para que seus discípulos seguissem a Cristo, *por que João Batista ainda tinha discípulos?

Por que alguns discípulos de João Batista ainda davam o mesmo valor a ele embora terem ouvido seu testemunho sobre Jesus?

Isso com certeza me faz analisar a minha vida. O que de terreno há em mim que eu ainda considero algo a seguir, me impedindo de seguir plenamente o Messias?

Lembro-me que Jesus disse: Dê a Deus o que é Deus (Mc. 12:17).
Não estou aqui falando que deveria abandonar tudo que é terreno e viver uma vida _"espiritual"_, mas devo sim dar as prioridades certas: dar a Deus o que é de Deus.

Ouvimos falar de Jesus, ouvimos que ele é o Messias, o Salvador... mas por que é tão difícil deixar de dar prioridade as coisas terrenas e segui-lo de vez?

Mais uma última pergunta:
O que faltou para esses discípulos de João que André teve? Lembra que André era um discípulo de João e seguiu a Jesus?

A única resposta que vem a minha mente é que André teve um tempo com Jesus, passou uma tarde com ele (Jo.1:39).

André só conseguiu deixar de dar prioridade ao que era terreno porque ele passou tempo com o Cristo!


Que Deus nos ajude!


Texto de autoria de André Evangelista







Nenhum comentário:

Postar um comentário