26 de jan de 2017

O Evangelho de João - Dia 18

Dia 18 - Jo. 13
Paz irmãos neste décimo oitavo dia eu gostaria de falar sobre:
"Em seguida pôs água numa bacia e começou a lavar os pés dos discípulos e a enxugá-loscom a toalha." - Jo. 13:5

Imagine que você tivesse que fazer uma longa caminhada a pé através de uma estrada sinuosa, estreita, de terra, ou pavimentada com pedras...
Para isso era necessário ter seus pés protegidos. Mas era inevitável que ao longo dessa cansativa viagem seus pés ficarem sujos, machucados ou doendo.
Talvez nesses momentos pudesse ser a hora de cuidar dos pés para continuar o restante da caminhada.
Para lavar os pés ou cuidar das feridas de uma maneira eficaz é importante a ajuda de uma outra pessoa.
Penso também que os nossos pés são uma parte restrita do nosso corpo. Já pensou nisso?
Não é comum alguém ficar pegando nos seus pés. A não ser uma pessoa que seja bem íntima.
Gostaria de trazer isso para esta reflexão hoje.
Podemos dizer que nossa caminhada cristã é também um longo percurso por uma estrada nada fácil. Um percurso que nos desafia a cruzar barreiras, um caminho que mostra quem somos de fato. E ao longo da caminhada os problemas, dificuldades lutas internas e externas nos fazem acumular machucados, calos, feridas e sujeiras nos nossos pés.
Essa é uma caminhada longa. E de tempos em tempos precisamos ter os pés lavados.
Lavar os pés aqui nos diz sobre vencer essas dificuldades que nos assola. Vencer os desafios que muitas vezes nos faz pisar na poça de lama e sujar os pés. Pense na sua vida cristã, pense nas suas dificuldades e barreiras que há tempo você precisa vencer.
Muitas vezes são coisas que não conseguimos vencer sozinhos. É necessário que alguém íntimo, próximo que esteja disposto a servir com uma bacia com água, pronto a lavar os pés.
Pronto a pegar nos pés do seu próximo, e mexer nas suas feridas, nos pés sujos e com al cheiro.
Para que isso aconteça depende de nós também. É necessário que deixemos que nossos pés sejam lavados. É necessário permitirmos que peguem nos nossos pés e os limpe, mesmo que doa.
Somente assim com os pés limpos e sarados é que continuaremos nossa caminhada.
Lavar os pés representa a confissão da nossa vulnerabilidade, como pecadores, o reconhecimento das nossas falhas e arrependimento dos nossos pecados para mantermos a comunhão com Cristo.
É necessário que tenhamos nossos pés lavados.

Jesus respondeu: “Se eu não os lavar, você não terá parte comigo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário