5 de fev de 2017

O Evangelho de João - Dia 19

Paz irmãos neste décimo nono dia eu gostaria de falar sobre:

João cap. 14

Jesus falou com um grupo de judeus, duas vezes, sobre o mesmo assunto.

Jesus disse a eles: "Vocês procurarão por mim, mas não me encontrarão. Vocês não podem ir para o lugar onde eu estarei”.

Uns pensavam que Jesus iria para terras distantes pregar para judeus gregos (Jo.7:35).

Outros perguntavam se Jesus iria se matar. (Jo 8:21).

Definitivamente eles não conseguiam compreender o que Jesus estava dizendo.

O interessante que pela terceira vez Jesus diz mesma coisa. Só que agora ele diz aos seus discípulos. E eles, assim como os judeus, não entenderam nada.

Eram palavras de difícil compreensão. Porém mesmo sem entender o que Jesus estava dizendo, seus discípulos ficaram com ele. Eles decidiram crer.

As mesmas coisas de difícil compreensão eram ditas tanto a multidão como aos discípulos. No entanto, para os eles Jesus respondia suas perguntas. Ao fim, Jesus explicava para eles o que queria dizer.

Era assim com as parábolas. Veja o que é dito em Marcos 4:11 - A vocês Deus mostra o segredo do seu Reino, mas os que estão de fora do Reino tudo é ensinado por meio de parábolas.

Jesus explicava as parábolas aos discípulos.

Essa é a intimidade que os discípulos têm com seu Mestre. Coisas difíceis são exigidas, mas com a certeza não ficarão sem respostas e auxílio.

E o capítulo de nossa meditação hoje começa assim. Jesus explicando, respondendo as perguntas dos discípulos. Na verdade, Jesus estava respondendo para seus discípulos as perguntas que os judeus fizeram: Para onde ele vai? Para terras distantes? E Jesus responde: Eu estou indo para casa de meu Pai que há muitas moradas, e vou voltar para buscar vocês. E o único caminho para chegar até ele é estando comigo, ouvindo minhas palavras.

A explicação final e clara vem para aqueles que se mantiverem com Jesus até o fim. As verdades do Reino e a intimidade de Cristo é dado àqueles que estão ao seu lado, ouvindo suas palavras e aguardando as suas promessas.

A promessa do Espírito da Verdade que nos ensinaria todas as coisas.

Essa promessa foi cumprida e é recebida para aqueles que creem.

Crer é a chave.


Crer, Obedecer e Praticar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário